quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Consumoterapia



Se quiser, clique para ampliar.

Às vezes fico pensando quantas pessoas (e não só mulheres, hein!?) podem se identificar com essa tirinha. Eu mesma já passei por momentos em que me sentia angustiada, ansiosa, pra baixo mesmo, e a vontade de praticar a consumoterapia vinha logo!

Mas, o que é a consumoterapia?

É nada mais nada menos que depositar em objetos de consumo (bolsas, roupas, televisores, carros etc) nossa "salvação" para algum problema.

Quer dizer, é como se resumissemos a solução de um problema em uma compra. O pior é que, geralmente, esse tipo de compra é feita por impulso, e acabamos adquirindo algo supérfluo, desnecessário e muitas vezes inútil.


Comprar se torna, então, uma fonte de prazer. E aí mora o perigo. Por quê? O consumismo exagerado, desmedido pode se transformar em vício...

Nada que um pouco de conhecimento de si mesmo e policiamento de atitudes não traga a gente de volta ao eixo. E (se existissem) uns comprimidinhos de "cai-na-real-que-comprar-só-alivia-mas-não-resolve-nada" também cairiam bem.

Mas, enfim, quem nunca passou por isso, não é mesmo?

P.S.: Conversando e observando, percebi que a maioria da população praticante da consumoterapia são as mulheres. #fato

* Essa é uma tirinha que vi aqui, no site do cartunista Rogério Brum, criador da personagem "Márcia, a neurótica". De certa forma, o Rogério tem razão quando diz que "a Márcia representa todas as mulheres em seus mais profundos (e rasos) medos e inseguranças".

9 comentários:

  1. "É nada mais nada menos que depositar em objetos de consumo (bolsas, roupas, televisores, carros etc) nossa "salvação" para algum problema."

    Esta é a fórmula de sucesso das empresas de cartão de crédito

    ResponderExcluir
  2. ESSE CONSUMO DEVE SER MEDIADO COM MAIS CAUTELA, HÉIN!!!! rsrsrs

    ACHO QUE AS MULHERES SOFREM BEM MAIS DISSO DO QUE OS HOMENS... AINDA BEM, POIS PRESERVAMOS MAIS O NOSSO DINHEIRINHO SUADO! =P

    E A MÁRCIA, A NEURÓTICA É UMA PERSONAGENZINHA BEM LEGAL MESMO. O ROGÉRIO BRUM RETRATA BEM ELA!

    BJS

    ResponderExcluir
  3. Ah, Silvia, eu quase me vi nessa tirinha...rsrsrs

    Amei o blog, sigo o,

    Abraços

    ResponderExcluir
  4. eu já usei dessa técnica váááárias vezes... :/

    ResponderExcluir
  5. Nóssa seu blog é muito legal e bem humorado. Gostei do texto e da tirinha, parabens pelo bom gosto!
    Obrigado pelo comentario lá no meu blog!

    ResponderExcluir
  6. Vixe...
    Eu tenho essa doença aí!!
    A mocinha da tirinha sou eu, não sou??? rs

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. É por aí, Rogério. Cartões de crédito são úteis, mas precisam ser MUITO bem utilizados; e cá pra nós, poucos são quem conseguem utilizar os cartões com sabedoria, não é mesmo? (Obrigada por permitir o uso de sua tirinha!)

    Marcel, você tem razão! As mulheres sofrem muito mais desse problema que os homens. Será genético? rs

    Janaína, obrigada pela visita! Fico feliz por ter gostado do blog! Já visitei o seu.

    Pois é, Nai e Fabi, sofremos do mesmo "mal"... ;D

    Oi, André! Muito obrigada por sua visita e que bom que gostou do texto e do blog! Volte sempre!

    ResponderExcluir
  8. hahahahaha Adorei a tirinha!Muitas vezes me vi assim,mas ultimamente tenho andado meio desanimada q nem comprar consigo,marido agradece,rsrsrsrs.Agora eu entro nas lojas,escolho um monte de coisas experimento,penso,penso e largo tudo pra lá,após pensar vejo q ñ estou precisando nem de 1%daquelas coisas...Bjs,Sil.Ah!Eu ñ recebi o meu brinde surpresa...

    ResponderExcluir
  9. Rogéria, nada melhor que alguns segundos para nos salvar de uma tragédia consumista, né? Quanto ao seu brinde, desculpe a demora, mas queria ir ao Correio uma vez só e estava esperando o Marcel aprontar a caricatura da Anne. Enviarei amanhã mesmo! Bjos!

    ResponderExcluir

Não vá embora sem deixar um comentário, né?
A melhor parte é o bate-papo... :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...