terça-feira, 27 de setembro de 2011

Publicidade para Mulheres: Será? | Blogagem Coletiva #mulhernapublicidade

Como profissional de comunicação, não sou de me deixar levar por comerciais, anúncios e afins, mas isso não significa que não perceba o que se passa ao meu redor. E cá pra nós, já reparou como é a imagem da mulher na publicidade? No mínimo, irreal.

Mulheres eram sempre retratadas como mães, que não trabalhavam fora, cuidavam apenas da casa e da família (como se fosse pouca coisa!). Aposto que você lembrou de comerciais de margarina, produtos de limpeza, sucos e alimentos em geral, certo?

E atualmente, as mulheres têm sido retratadas nos anúncios publicitários como a mulher independente, sexy, poderosa, executiva, muitas vezes como se fôssemos versões femininas dos homens. Alguns afirmam que é assim porque mostram a "mulher de hoje".

O fato é que, primeiro, não dá para rotular a mulher como sendo só uma coisa ou outra, e segundo, quem disse que mulher gosta de "se ver" assim nesses comerciais? Porque a publicidade não acerta o tom? Talvez a Halina Medina tenha rascunhado a resposta: é difícil encontrar mulheres na área de criação das agências publicitárias. Faz sentido, afinal, a grande maioria (senão todos) dos profissionais da publicidade são homens.

Calma, não é feminismo! É realidade. A mulher anda cansada dessa publicidade repetitiva e, por que não, "sem noção". É só uma questão de pensar em uma publicidade que trate a mulher de modo mais criativo e que fuja da mesmice ora dona de casa, ora executiva poderosa, ora mulher gostosona.

E nem vou incluir aqui a questão da superexposição do corpo e da exaltação (e invenção) de uma mulher "perfeita"... Ai, que isso daria uma tese de doutorado! ;D

Abaixo, um desses comerciais, usando a velha imagem da mulher pilotando o fogão:


* * *

Este post faz parte da Blogagem Coletiva sobre a Mulher na Publicidade e não pretende esgotar o assunto, mas promover a reflexão e o debate acerca do tema. Se quiser participar, faça um post também e use o selo da blogagem, no início deste texto. Depois, mande o link do seu post e incluirei aqui todos os blogs participantes.

* * *

Leia também os posts de outros participantes que aderiram à blogagem coletiva:

Renata
Daniele Abrantes
Rogéria Thompson
Vanice Santana
Cris Guimarães
Carol Passuello (post "requentado" de outra blogagem coletiva)
Bianca Scalon
Ligia Sena
Ana
Juliana
Loreta
Ingrid Strelow
Carolina Pombo

* * *

20 comentários:

  1. Olá Silvia, já publiquei minha participação na blogagem coletiva.

    http://imensavida.blogspot.com/2011/09/mulher-na-publicidade-blogagem-coletiva.html

    ResponderExcluir
  2. Sil,adorei sua convocação e concordo com tudo que disse...Grande bj!!!!
    Aqui a minha participação:
    http://umespaoprachamardemeu.blogspot.com/2011/09/blogagem-coletiva-mulhernapublicidade.html

    ResponderExcluir
  3. Silvia ,adorei e assino em baixo!!
    minha participação tá feita.
    bjos

    ResponderExcluir
  4. Minha participação:

    http://crisgms.blogspot.com/2011/09/blogagem-coletiva-mulhernapublicidade.html

    ResponderExcluir
  5. Bacana, meninas! Aos poucos vou atualizando a lista dos blogs participantes aqui no post, ok?

    ResponderExcluir
  6. Silvia!!
    Vim aqui para te dar os parabéns a essa super blogagem que vc teve a brilhante idéia de criar!
    Amiga tá mais do que na hora de acabar com essa visão ridicula que a midia fez das mulheres e falar o que a gente realmente pensa.
    Beijão!
    (Daiane Goessling Ferreira(grupo mamães blogueiras do facebook).

    ResponderExcluir
  7. Olá, to participando:

    http://quaseummoleskine.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Olá Silvia, gostei do tema e to participando da blogagem também!

    http://bomdemaissermae.blogspot.com/2011/09/blogagem-coletiva-mulher-na-publicidade.html

    Abraços Juliana

    ResponderExcluir
  9. Oi Sílvia,

    Eu adorei o tema e já fiz minha parte:

    http://wwwbagagemdemae.blogspot.com/2011/09/blogagem-coletiva-mulher-na-publicidade.html

    Bjos!!

    Loreta

    @bagagemdemae

    ResponderExcluir
  10. Silvia querida, desculpe a demora. Antes tarde que mais tarde, vai aqui a minha contribuição.
    http://www.cientistaqueviroumae.com.br/2011/09/mulher-e-publicidade-desrespeito-e.html

    Grande beijo

    Ligia
    Cientista Que Virou Mãe
    www.cientistaqueviroumae.com.br

    ResponderExcluir
  11. Boa, meninas! Já acrescentei o link do blog de vocês aqui no post. E pode deixar que vou ler todos os posts, tá? :)

    ResponderExcluir
  12. Nao conhecia seu blog, achei muito bom. Otima ideia de postagem coletiva.
    Vamos acompanhar
    Lola

    ResponderExcluir
  13. Gostei do seu blog e como publicitária, mulher e no momento Amélia, digo que pessoalmente, apesar de morar fora e já ter ouvido muitas gracinhas só pelo fato de ser brasileira (mesmo que não tenha bundão, pernão, só muita opinião), não me incomodo com a maioria das propagandas, porque você deve saber, tem gosto pra tudo e por trás de uma campanha publicitária muita coisa está envolvida, inclusive pesquisa de mercado, acontece que se a tal da propaganda te incomodou significa que você não pertence ao público alvo dela e pronto, bola pra frente.

    E na publicidade existe uma máxima que eu levo pra vida "Não existe o certo, nem o errado, existe o adequado e o inadequado" e esses conceitos são tão subjetivos e dependem de tanta coisa, né?

    Enfim, valeu a idéia da blogagem coletiva e prazer em conhecer (:

    ResponderExcluir
  14. Olá Silvia!!!!
    Obrigada pela visita!!!
    Suas palavras carinhosas me encheram de orgulho!!!
    Adorei seu blog!!
    Beijos
    Raquel
    www.raquelluzardo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Oi Sil,

    estou vendo que não fui a primeira a retratar isso, eu sinto que existe um vazio, a publicidade ficou para trás, hoje existe um novo estilo de mulher que não se encaixa nada com nada e aonde eu entro nessa história?
    Sendo que sou uma mulher adulta, que tem poder de compra enorme e não sou atingida como deveria ser. Quando eu tinha 20 anos eu percebia que as mulheres mais velhas estavam em uma fase para ser discriminada, eu fui discriminada com 20 anos "vc é casada não merece ser uma pessoa de sucesso" e hoje com 30 sou uma pessoa que tem os meus próprios clientes, cuido do meu tempo e faço que bem entender. O mundo mudou, vai mudar daqui uns anos, as mulheres de 20 anos são totalmente diferentes (algumas lembram a propaganda da Devassa, a era da periguetes) e novamente, as campanhas publicitárias serão as mesmas de antigamente.
    Bjs querida

    Nana
    www.mangacompimenta.com

    ResponderExcluir
  16. Silvia concordo com vc plenamente e sabe uma coisa que me revolta? Essas revistas tipo "boa forma"que colocam uma celebridade na capa (que muitas vezes já passou dos 50 anos) e fazem tanto photoshop que a mulher parece ser de plástico e ainda querem nos fazer crer que se nos matarmos de malhar ficaremos igual a aquele ser que simplesmente NÃO EXISTE!

    bjkas pra vc!

    Obrigada por sua visita no meu novo cantinho!

    ResponderExcluir
  17. Temos que discutir muito sobre o assunto.
    Já nos acostumados com os estereótipos.
    bjus

    ResponderExcluir
  18. Muito bom o post!

    Pois é, ainda temos um longo caminho pela frente...

    Abraços!

    ResponderExcluir
  19. Olá, Silvia

    Sou Veronica Cobas, do blog Criative-se ( www.criativesse.blogspot.com) e, tal qual você, profissional de comunicação. Sou jornalista e entendo bem do que você fala, mas o futuro vai nos reservar surpresas. Até mesmo no departamentos de criação das grandes agências as mulheres ocupam cada vez mais postos e as pequisas de tendência, utilizadas pelas empresas para formar o target das campanhas e desenhar o conceito, têm apontado um perfil completamente diferente, que em breve vai surgir nos anúncios. Porque somos mulheres, somos muito mais do que um anúncio é capaz de conter para nos apresentar. Visite o Criative-se. É um blog de cinco mulheres, com profissões diferentes, falando de tudo aquilo que interessa a todas nós. Eu, pessoalmente, escrevo crônicas às sextas. bjss.

    ResponderExcluir
  20. Verônica, espero mesmo que as coisas mudem, e para melhor. É estranho que áreas com tantas pesquisas ainda não percebam essa mudança socio-cultural que vem ocorrendo.
    E pode deixar que vou visitar seu blog. ;)

    E obrigada a todos os comentários!

    ResponderExcluir

Não vá embora sem deixar um comentário, né?
A melhor parte é o bate-papo... :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...