"Viva - A Vida é uma Festa" foi quase uma "Festa no Céu"

Coco é a mais recente animação da Disney Pixar. Em português, o filme ganhou o título de "Viva! A Vida é uma Festa".

Demorei muito para assistir por pura implicância, já que pensava ser uma quase cópia do filme Festa no céu, com a mesma temática de fundo: a comemoração do dia dos mortos pelos mexicanos. (Sam Shiraishi, do A Vida Quer, também comentou sobre essa semelhança bem antes do filme ser lançado.)

Li muitos elogios e mesmo assim resisti... até que um amigo cinéfilo recomendou e insistiu muito, dizendo que valeria a pena. Lá fui eu.

Conclusão?? Gostei muito! De fato há semelhanças com Festa no céu como a viagem ao mundo dos mortos e um personagem principal que tem paixão pela música e não quer seguir a tradição da família: em Festa no céu era uma família de toureiros e em Viva! era uma família de sapateiros; ambas não aceitavam um descendente músico.

Até mais ou menos o meio do filme achei tudo meio previsível, mas as reviravoltas começaram a acontecer e o final, sinceramente, me surpreendeu!

Chorar em filme não é novidade para mim, mas, quando as luzes se acenderam, pude reparar que boa parte da plateia, senão todos, ainda estavam se recuperando e secando suas lágrimas. Não sem motivo, afinal, a cena de Miguel (personagem principal) com sua avó quase no término do filme foi um apelo emotivo e tanto! Uns lembraram dos avós, outros dos pais... sem contar que o tema da morte em si já costuma mexer com a gente, mesmo sem acréscimo da emoção típica do audiovisual.

E você, assistiu? O que achou?

Comentários